A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Turismo
Maior evento termal do mundo é confirmado para Foz do Iguaçu
Tamanho da letra
24/04/2017
Foz do Iguaçu, no Paraná, foi escolhida para ser a sede da edição da Feira Internacional de Turismo Termal, Saúde e Bem-Estar, a Termatalia 2018. O anúncio foi feito oficialmente nesta segunda-feira (24) pelo governo da Província de Ourense, que pertence à comunidade autônoma da Galícia, na Espanha.
 
De acordo com a vice-governadora, Cida Borghetti, o evento é uma grande conquista para o Paraná, pois colocará Foz do Iguaçu no mapa mundial do turismo termal.
 
“Foz do Iguaçu é um dos principais destinos turísticos da América do Sul e possui todos os requisitos para receber bem os participantes do evento e ampliar as discussões sobre a exploração sustentável da água”, disse.
 
Cida Borghetti foi uma das principais defensoras da candidatura de Foz do Iguaçu. No fim de 2015, ela recebeu em seu gabinete, no Palácio Iguaçu, o governador de Ourense, Manuel Baltar, para tratar do assunto.
 
“O Paraná e Foz do Iguaçu se sentem privilegiados em receber o mais importante evento de termalismo mundial. A Termatalia vai estimular ainda mais o turismo na cidade e estabelecer novas opções turísticas na região e no Estado”, afirmou.
Mais importante evento do termalismo, a Termatalia 2018 será no final de setembro/começo de outubro do ano que vem e reunirá participantes de cerca de 40 países.
 
Além da feira, Foz do Iguaçu sediará também o Fórum Água e Termalismo, em parceria com a Universidade de Vigo; o Concurso Mundial de Águas Minerais; e o Capítulo Extraordinário da milenar Ordem do Caminho de Santiago, com a investidura de cavaleiros e damas (defensores do Caminho e protetores dos peregrinos).
 
A candidatura de Foz do Iguaçu, que disputou a Termatalia com o governo da Colômbia, foi proposta pelo Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu, o Fundo Iguaçu, com apoio da Itaipu Binacional, Embratur, Iguassu Convention & Visitors Bureau, governo do Paraná e Prefeitura de Foz do Iguaçu. Segundo Gilmar Piolla, vice-presidente do Fundo Iguaçu, a disputa com a Colômbia “foi acirrada”.
 
Em vídeo de boas-vindas para a organização do evento, na Espanha, Piolla disse que a Gestão Integrada de Foz do Iguaçu assume o compromisso de realizar uma edição “que vai entrar para a história do termalismo mundial”. Ele disse ainda ter certeza de que o evento “será um marco para o desenvolvimento do termalismo no Brasil e, em especial, em Foz do Iguaçu”.
 
O anúncio
 
A apresentação oficial do Brasil como sede da Termatalia 2018 foi na manhã desta segunda-feira, 24, na sede da Delegação Provincial de Ourense, que é o órgão de governo dos 92 municípios da Galícia. Participaram o presidente da entidade, Manuel Baltar, a delegada territorial da Junta de Galícia, e o representante da Termatalia, Alejandro Rubín.
 
Manuel Baltar destacou, durante o evento, a importância de o Brasil sediar a feira e de manifestar interesse em se posicionar como destino termal internacional. “É um sonho para nós e também para eles (brasileiros)”, afirmou.
 
Foz das águas
 
Foz do Iguaçu foi anunciada como uma cidade “cujos principais recursos econômicos estão estreitamente vinculados à água”: a usina de Itaipu, “a maior do mundo em geração de energia”, e “as famosas Cataratas do Iguaçu”.
 
Além disso, divulgam os organizadores da Termatalia 2018, a região da Bacia do Rio Paraná está assentada sobre o Aquífero Guarani, considerado o maior reservatório de água potável do mundo, utilizado por vários centros hidrotermais, por suas propriedades terapêuticas já reconhecidas.