A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Responsabilidade Social
Itaipu investe R$ 3 milhões na Vila C por meio do Programa Energia Solidária
Tamanho da letra
05/07/2018

A Itaipu e o Conselho Comunitário da Vila C firmaram, nesta quarta-feira (4), no Centro de Convivência e Capacitação da Vila C, em Foz do Iguaçu, o convênio Comunidade e Cidadania, parte do programa Energia Solidária da Itaipu. O repasse de R$ 3 milhões será investido em atividades de esporte, cultura e capacitação profissional aos moradores aos moradores da região da Vila C.

Além do repasse, foi anunciada também a construção de uma casa para um dos moradores mais antigos da Vila, conhecido como “Boneco”, que vive atualmente em situação precária, em um espaço anexo ao Conselho Comunitário.

Segundo o diretor-geral da Itaipu Binacional, Marcos Stamm, o convênio, que pretende atender 500 pessoas por mês durante 60 meses, “é o de maior tempo, com esta finalidade, já assinado na história de Itaipu”. O diretor enfatizou também a importância do estímulo às relações familiares, uma das diretrizes do convênio. “Essa é mais uma parceria de sucesso entre Itaipu e a comunidade”.

José Antonio Guimarães, o Zezé, presidente do Conselho Comunitário da Vila C, confirmou que o valor será investido na continuidade de projetos já apoiados pela Itaipu, como as aulas de balé, judô e informática. “O investimento faz toda a diferença na vida das crianças que participam das atividades. Até na escola o rendimento delas fica melhor”, disse.

Participaram da assinatura do convênio o vice-prefeito Nilton Bobato; os vereadores Marcio Rosa e Caco; o assistente da Diretoria Geral, Tércio Albuquerque, Hélio Cury e Gilmar Secco, assistentes da diretoria de Coordenação; Luciana Lobo, Assessora de Responsabilidade Social, e Márcio Bortolini, da Divisão de Iniciativas de Responsabilidade Social da Itaipu.

Após a assinatura do convênio, bastante aplaudida pelos moradores que acompanharam a cerimônia, as alunas do balé fizeram uma apresentação. Em seguida, o diretor acompanhou parte da aula de judô. “É uma honra tê-lo aqui. Essa é a primeira vez que o convênio foi selado aqui, com os moradores, e não em uma sala reservada”, disse Zezé.

Atividades

O objetivo do convênio é oferecer atividades diversas de esporte, cultura, lazer, informática e capacitação profissional, além de proporcionar atendimentos assistenciais e pedagógicos e encaminhamentos psicológicos e estimular o fortalecimento das relações familiares e comunitárias dos moradores da Vila C e região.

A expectativa é atender 500 pessoas por mês, dos 3 aos 85 anos, através de cursos de informática; aulas de ballet, jazz, artes e músicas; oficina de corte e costura; cursos de capacitação, capacitação e profissionalização; realização de palestras, cursos, reuniões; atendimento jurídico por meio do escritório modelo, entre outros.

Serão atendidos moradores da Vila C Nova, Vila C Velha, Jardim Bela Vista Sul, Jardim Bela Vista Norte, Jardim Linear, Vila São Sebastião, Jardim Evangélico I e II, Jardim Itaipu, Jardim Porto Belo, Jardim Irma e Cidade Nova.