A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Responsabilidade Social
Xuxa será a madrinha da campanha de combate à exploração sexual
Tamanho da letra
18/11/2013

A apresentadora Xuxa Meneghel será a madrinha da Campanha Trinacional de Combate à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, que reúne Brasil, Paraguai e Argentina. Por meio da Fundação Xuxa Meneghel, a apresentadora cederá sua imagem para a produção dos materiais publicitários de toda a campanha.

O lançamento, com a presença de Xuxa, será no próximo dia 22, às 13h30, durante o 11º Encontro Cultivando Água Boa (CAB), no Centro de Convenções do Rafain Palace Hotel, em Foz do Iguaçu.

Durante a solenidade, serão apresentadas as peças publicitárias e os números de disque-denúncia que serão utilizados na região, bem como o calendário das ações a serem desenvolvidas em conjunto no Brasil, Paraguai e Argentina.

No mesmo dia, será oficializada a parceria da Fundação Xuxa Meneghel com a Itaipu Binacional, para implantação da Rede + Criança nos 29 municípios da Bacia do Paraná 3, área de atuação da usina na margem brasileira.

Reconhecimento

Segundo Joel de Lima, assistente da Diretoria Geral Brasileira da Itaipu, pela trajetória de Xuxa na promoção dos direitos da criança e do adolescente, sua confirmação como madrinha da campanha representa o reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela binacional e parceiros no fortalecimento das políticas públicas em defesa do público infantojuvenil.

“Quando convidamos a Fundação Xuxa para ser parceira da campanha, a própria apresentadora demonstrou interesse em ser a madrinha e emprestar sua imagem para as ações publicitárias”, disse Joel.

A campanha

A campanha integra as ações desenvolvidas pela Itaipu Binacional e seus parceiros no enfrentamento da violência contra meninos e meninas na região das três fronteiras. O trabalho começou em maio, com peças publicitárias que incentivavam a denúncia de possíveis casos em Foz do Iguaçu.

A iniciativa reúne a Itaipu Binacional, as secretarias municipais de Assistência Social e Turismo, Organização Internacional do Trabalho (OIT), Conselho Municipal do Turismo, Vara da Infância e da Juventude, Ministério Público do Trabalho, Rede Proteger e representantes de entidades do Paraguai e da Argentina.

Nesta segunda fase, a campanha será ampliada para os dois países vizinhos. Todo o material será produzido em português, espanhol e guarani.

Além de spots de rádio, banners e cartazes, será feito um trabalho de mobilização e capacitação com toda a sociedade, com ênfase em quatro segmentos: mídia, transporte, turismo e educação. “A ideia é tornar cada morador um multiplicador da campanha”, explicou Joel.

Outra ação será a produção de guias de referência para jornalistas, educadores e para as próprias crianças.  No caso dos jornalistas, o objetivo é auxiliá-los na produção das reportagens. Para os educadores, o guia ajudará na identificação de casos de abuso ou exploração dentro das escolas e também na abordagem do tema.

Para as crianças, a proposta é, de maneira lúdica, falar do problema e incentivar a autoproteção, para que elas mesmas façam a denúncia em caso de violência.

A Fundação Xuxa

A Fundação Xuxa Meneghel atua na proteção e na promoção dos direitos da criança e do adolescente, trabalhando para oferecer a crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade social oportunidades de exercer plenamente seus direitos e desenvolver suas potencialidades.

A Rede + Criança é constituída por meninos e meninas de todas as regiões brasileiras, que discutem e desenvolvem propostas para uma vida sustentável. Ela teve seu início com o projeto +Criança na Rio +20, realizado pela Fundação Xuxa Meneghel, que garantiu a participação das crianças no ambiente da Conferência.

A Rede +Criança visa a expandir seu alcance para crianças de todo o país, promovendo o direito à participação infantil em iniciativas locais, nacionais e internacionais sobre o tema da sustentabilidade. Além de fortalecer o trabalho de influência nas políticas públicas e servir como ferramenta para chamar a atenção da sociedade e de governantes para os problemas relacionados a esse tema.