A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Gestão por Bacias
Tamanho da letra

A Gestão por Bacias é uma forma de planejar as ações de recuperação ambiental, o uso da terra, a conservação e o manejo dos solos, respeitando a maneira como a natureza se configura em torno dos rios e demais cursos d'água em uma bacia hidrográfica.  

Em grandes bacias, a saúde do rio é conseqüência direta das medidas adotadas para controlar o escoamento superficial e favorecer a infiltração de água no solo, prevenir a erosão e reduzir o aporte de sedimentos e nutrientes. Resulta também da manutenção da biodiversidade da bacia, assegurando a conectividade entre as diferentes microbacias hidrográficas.

Diante disso, a Itaipu concebeu programa Gestão por Bacias com os seguintes objetivos:

  • Promover a conservação dos solos;
  • Melhorar o sistema viário rural, reduzindo o aporte de sedimentos das estradas para o reservatório e contribuindo para a qualidade de vida dos agricultores;
  • Implementar medidas de saneamento rural, reduzindo a contaminação dos recursos hídricos e beneficiando diretamente os agricultores;
  • Contribuir para a correção de passivos ambientais das propriedades rurais nas diferentes microbacias hidrográficas;
  • Minimizar impactos da atividade agropecuária sobre o reservatório da Itaipu, em termos de aporte de sedimentos, nutrientes e agrotóxicos;
  • Fazer a gestão dos recursos hídricos proporcionando os usos múltiplos das águas, em conformidade com Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433 de 8 de janeiro de 1997, Art. 1º);
  • Contribuir para a proteção das áreas de matas ciliares.

Trabalho com a comunidade

A eficácia do planejamento do uso da terra e da implementação de ações de manejo integrado de bacias hidrográficas voltadas à conservação dos recursos hídricos é potencializada quando planejamento e execução se estruturam desde as bacias de escalas menores para as maiores. Em sua estratégia, o Programa Gestão por Bacias segue esse fundamento, gerindo e executando as ações por microbacias hidrográficas.

Para a gestão descentralizada dos recursos hídricos, a Itaipu trabalha com a comunidade em ações de educação ambiental, trazendo como resultado, dentre outros, a escolha das microbacias a serem trabalhadas, bem como o estabelecimento de prioridades de ação em cada uma delas. 

Os serviços são realizados mediante parcerias entre Itaipu e as Prefeituras Municipais.

Planejamento e execução

É realizado um intenso trabalho de planejamento e execução das principais atividades, que consistem na:

  • Elaboração do Diagnóstico Ambiental da Microbacia, apontando as necessárias ações coletivas (práticas mecânicas de conservação de solos, isolamento das áreas de matas ciliares, medidas de saneamento rural) e específicas (correção de passivos ambientais em propriedades rurais);
  • Elaboração dos Planos de Controle Ambiental (PCAs) para as propriedades rurais das microbacias; 
  • Diagnóstico dos sistemas de produção 
  • Elaboração dos Planos de Desenvolvimento sustentável da unidade familiar 
  • Elaboração dos instrumentos legais para a execução física e financeira das atividades;
  • Execução das ações coletivas; e
  • Prospecção de recursos para a execução das ações específicas.

Para o planejamento, execução e monitoramento as ações são classificadas em dois grupos:

  • Coletivas: reconstituição da mata ciliar (plantio de mudas e instalação de cercas),  adequação de estradas, conservação de solo e água e instalação de abastecedouros comunitários, entre outras. Como ações coletivas também são considerados os demais programas socioambientais desenvolvidos pela Itaipu, como produção de peixes, plantas medicinais, agropecuária sustentável, entre outras.
     
  • Individuais: atuação em propriedades rurais, envolvendo a elaboração de diagnóstico que levanta as necessidades de correção de passivos ambientais, melhorias em pocilgas, estábulos, aviários, etc, e projetos de adequação, elaborados mediante convênios com as universidades e faculdades da região.

Gestores de bacias

O acompanhamento e apoio às ações desse programa são realizadas pelos gestores de bacia, que executam diversas atividades junto a prefeituras, órgãos regionais e agricultores, tais como:

  • Contato com prefeituras municipais, órgãos regionais e parceiros;
  • Acompanhamento da execução das atividades;
  • Verificação das manutenções e uso de obras efetuadas em anos anteriores;
  • Orientação, divulgação e sensibilização, principalmente de lindeiros ao reservatório e das áreas protegidas, sobre a preservação ambiental; 
  • Monitorar as áreas protegidas e definir ações visando à sua preservação, planejando, coordenando, orientando e supervisionando as equipes de campo das conveniadas e contratadas da Itaipu que executam os serviços nas áreas protegidas e no Corredor de Biodiversidade.

 

"Modelo de gerenciamento compreende afluentes e subafluentes do reservatório, desde as menores microbacias hidrográficas"
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.