A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Eventos
Ecomuseu celebra 45 anos de Itaipu com quatro exposições
Tamanho da letra
10/05/2019

Como parte das comemorações de 45 anos da Itaipu Binacional, o Ecomuseu apresenta quatro novas exposições inspiradas nas ações da usina e sua influência no território. De 10 de maio a novembro de 2019, o público em geral poderá conferir as mostras Itaipu Binacional: Segurança de Barragens; Eletrik CO. Heart; Paraná às Margens e Arte e Comunidade: um olhar sobre Itaipu. As exposições, organizadas pela Divisão de Educação Ambiental (MAPE.CD) da Itaipu, seguem abertas para visitação até novembro. Os estilos são variados, incluindo desde pinturas até fotografias e maquetes.

Itaipu Binacional: Segurança de Barragens é uma das novidades, que vai mostrar como a arte e a ciência podem andar juntas. Promovida com o apoio da Divisão de Engenharia Civil e Arquitetura (ENCC.DT), a exibição apresenta de forma didática informações sobre a segurança da barragem de Itaipu.

São cinco módulos: formação geológica da Terra, do Paraná e de Itaipu; segurança de barragem (projeto de construção da usina, instrumentação, equipamentos e visita virtual à usina); Laboratório de Concreto; monitoramento e segurança hídrica; novas pesquisas e inovações realizadas pelo Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens (Ceasb) e jogos interativos.

No Espaço Aquário, a exposição Eletrik CO. Heart ilustra as transformações enfrentadas ao longo do tempo pelas vilas criadas para abrigar os trabalhadores de Itaipu. Além de pinturas na técnica mural na parte interna do museu, peças montadas na área externa compõem o conjunto. As obras foram elaboradas por Lu Mizkatze, empresária e filha de ex-barrageiro, diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O arquiteto Henrique Gazzola, empregado da Itaipu (ODMP.CD), e Marcelo Marinho, professor da Universidade Federal da Integração Latino-americana (Unila), apresentam a exibição Paraná às Margens, no Espaço das Artes. A seleção de 27 fotografias, impressas sobre tecido, busca dar visibilidade a aspectos pouco observados na vida cotidiana das pessoas residentes na Tríplice Fronteira.

Na Sala Ciência, a exposição Arte e Comunidade: um olhar sobre Itaipu traz releituras de 15 obras de artistas renomados, como Vincent Van Gogh, ambientadas em cenários da usina. Nas telas, o uso de tintas fluorescentes fazem alusão à energia de Itaipu. Os quadros são de alunos do Colégio Flávio Warken, da Vila C, bairro vizinho da hidrelétrica.

Sobre o Ecomuseu

O Ecomuseu foi criado em 1987 pela Itaipu Binacional para atender ao Plano Básico de Conservação do Meio Ambiente (1975), que previa a construção de um museu como medida mitigadora do impacto social da construção da usina.

Administrado pela Divisão de Educação Ambiental (MAPE.CD), o espaço preserva a memória da construção da binacional e sua área de influência, além de valorizar o patrimônio natural e cultural do território por meio da promoção do turismo.

O horário de funcionamento do atrativo é de terça a domingo, das 9h às 18h, com classificação livre.

Serviço

Exposições Itaipu Binacional: Segurança de Barragens; Eletrik CO. Heart; Paraná às Margens; Arte e Comunidade: um olhar sobre Itaipu
Local: Ecomuseu de Itaipu (Avenida Tancredo Neves, 6001, Foz do Iguaçu-PR)
Vigência: até novembro de 2019.
Horário de visitação: terça a domingo, das 9h às 18h
Ingressos: R$ 18 e R$ 9 (meia entrada)
Informações: ecomuseu@itaipu.gov.br | (45) 3520-5816
https://ingressos.turismoitaipu.com.br/p/itaipu-ecomuseu