A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Menu Superior Responsabilidade

Processos Fundiários
Tamanho da letra

As ações da Itaipu relacionadas aos processos fundiárias envolvem as desapropriações das áreas referentes à formação do Reservatório da Itaipu.

Através do Decreto nº 83.225/79 teve início a Desapropriação da área de 101.092,5215 hectares, com as seguintes características:

  • Forma de Aquisição de 8.503 de natureza amigável e 16 de forma judicial (12 rurais e 4 urbanas);
  • 8.519 Propriedades Adquiridas, sendo 6.913 rurais e 1.606 urbanas, abrangendo os Municípios de Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Santa Helena, Matelândia, Marechal Cândido Rondon, Terra Roxa e Guaíra, além dos demais municípios criados com o advento de ITAIPU, como Santa Terezinha de Itaipu, Missal, Itaipulândia, Pato Bragado, Entre Rios do Oeste, Mercedes e Diamante D’Oeste e compreende toda costa oeste paranaense.
  • O Reservatório tem aproximadamente 1.350 km²;
  • O Comprimento do Reservatório Foz-Guaíra é de 170 km;
  • A Poligonal Envolvente tem aproximadamente 1.395 km de extensão.

Estudos de Processos

É a análise de toda a documentação referente à desapropriação, que consiste na leitura dos processos, buscando entendimento e interpretação de como foi conduzida na época a desapropriação dessas áreas.

São Identificados os componentes da área original pretendida pela Itaipu, área efetivamente desapropriada, área remanescente e dados espaciais para a composição dos perímetros das áreas efetivamente adquiridas.  Esta análise possibilita o real posicionamento geográfico (geodésico) das divisas das propriedades de Itaipu.

 

"A análise possibilita o real posicionamento geográfico (geodésico) das divisas das propriedades de Itaipu."
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.