A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Macrófitas aquáticas
Tamanho da letra
Desde 1995, a Itaipu Binacional monitora as macrófitas aquáticas no reservatório, em parceria com pesquisadores do Núcleo de Pesquisa em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupelia) da UUniversidade Estadual de Maringá). Desde então, são monitorados 235 locais distribuídos ao longo dos oito principais braços do reservatório. 
 

Foto: Arquivo Itaipu.
 
Ao todo já foram registradas 63 espécies de plantas aquáticas. Dentre as principais, a U. subquadripara e Hidrilla verticillata merecem destaque por serem espécies exóticas com grande potencial invasor.
 
Os estudos indicam que as plantas aquáticas apresentam baixo potencial para causar algum prejuízo para a produção de energia no reservatório de Itaipu.
 
Entretanto, o Monitoramento de Macrófitas Aquáticas é uma ação que, além de atender aos objetivos preventivos de controle, subsidiam outras ações e demonstram a importância dessas plantas para a conservação do ecossistema aquático e seu potencial de utilização em sistemas alternativos de tratamento de efluentes.
 
"64 espécies de plantas aquáticas já foram identificadas no reservatório"
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.