A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Emissões de GEF
Tamanho da letra

O objetivo desta ação é inventariar tanto as emissões quanto sequestros de carbono da Itaipu, com vistas a possibilitar uma análise sinérgica e integrada entre as diversas variáveis envolvidas nesses processos, bem como propor melhorias estruturantes para a redução do consumo de recursos não renováveis e fomento aos renováveis.


Foto: Alexandre Marchetti - Itaipu Binacional.

Em sua cadeia produtiva, a Itaipu emite gases de efeito estufa (GEEs), com destaque para a frota de veículos próprios, terceirizados e as emissões fugitivas do gás SF6, o qual possui GWP (potencial de aquecimento global) 22.800 vezes superior ao do dióxido de carbono (CO2).

Realizar o inventário anual de emissões e fixações de GEEs é a forma mais racional de identificar lacunas no levantamento, bem como sinalizar a necessidade de promover melhorias em algum processo produtivo que esteja indo contra as metas de redução estabelecidas.

Por outro lado, o mesmo inventário é capaz de apontar variáveis que se mostram como potenciais compensadores das emissões, como é o caso da fixação de CO2 pela biomassa da Faixa de Proteção e Refúgios.

Ao mesmo tempo que esse inventário de GEEs anual mostra a evolução da Itaipu no que tange à preocupação com as mudanças climáticas, é possível identificar setores dentro da empresa que estão empenhados no atingimento das metas de redução pactuadas com a Holding Eletrobrás, bem como aquelas que precisam de maior apoio institucional para baixarem seus níveis de emissão.

Todo o inventário é elaborado segundo metodologia internacionalmente aceita, e customizada para a realidade brasileira por meio do GHG Protocol Brasil.

Anualmente, o inventário de emissões de GEEs é auditado por terceira parte com vistas a assegurar a confiabilidade e rastreabilidade das informações, bem como a lisura dos procedimentos de cálculo envolvidos. Essa auditoria externa é exigência do ISE-Bovespa e do Dow Jones.

A quantificação não apenas das emissões, mas também das fixações de GEEs, objetiva a manutenção da holding Eletrobrás no Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa de Valores de São Paulo (ISE-Bovespa), bem como também garantir sua permanência no índice Dow Jones da Bolsa de Nova Iorque.

Anualmente, a Itaipu e outras 15 empresas do Grupo Eletrobrás (incluindo a holding) são submetidas à apreciação dessas duas instituições por meio de questionário específico (Dimensão Mudanças Climáticas) que tem como propósito averiguar se, no ano anterior, a empresa cumpriu as metas de redução de GEEs em sua cadeia produtiva, e de que forma isso foi alcançado.

Objetivos estratégicos da Itaipu relacionados:

OE 2 - Equilíbrio econômico-financeiro;
OE 3 - Sustentabilidade empresarial;
OE 4 - Desenvolvimento sustentável das áreas de influência, considerada as especificidades de cada país;
OE 5 - Aperfeiçoar as práticas de gestão e governança empresarial;
OE 7 - Garantir a segurança hídrica, consolidando o processo de gestão socioambiental por bacia hidrográfica;
OE 15 - Dispor de informações e sistemas essenciais para a execução da estratégia empresarial.

Parceiros:

Eletrobras (holding); Cepel; Chesf; Furnas; Eletronorte; Eletrosul; CGTEE; Amazonas Energia; Eletronuclear; e empresas de distribuição de energia nos estados do Acre, Alagoas, Rondônia, Roraima e Piauí.

Resultados:

  • Elaboração de inventário anual com resultados consolidados de emissões e sequestros de CO2 equivalentes, o qual subsidia a elaboração do relatório de sustentabilidade empresarial da Itaipu, que é anualmente divulgado às partes interessadas;
  • Atendimento ao questionário “dimensão das mudanças climáticas do ISE-BOVESPA”, para a manutenção da holding Eletrobras no referido índice da bolsa de valores de São Paulo;
  • Atendimento ao Carbon Disclosure Project (CDP), para asseguração internacional (Bolsa de Valores de Nova Iorque) do cumprimento das metas de redução de GEEs da Itaipu Binacional;
  • Contínua elevação da pontuação da Itaipu Binacional no índice ISE Bovespa, atraindo mais investidores para sua holding Eletrobras por meio de suas ações preferenciais e ordinárias na bolsa de São Paulo;
  • Benefícios ambientais e humanitários decorrentes do conhecimento e prática de boas medidas para redução das emissões de GEEs que extrapolam os limites empresariais, uma vez que impactam todo o planeta.

 

Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.