A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Institucional
ONU e Itaipu debatem a divulgação dos ODS e de projetos sustentáveis
Tamanho da letra
07/11/2018

Aprofundar os conhecimentos sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e propagá-los para a comunidade são os principais objetivos da capacitação “O envolvimento da comunidade nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, promovida pela Itaipu Binacional e o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas (Undesa) nesta terça e quarta-feira (dias 6 e 7), das 8h às 17h, no Ecomuseu de Itaipu, em Foz do Iguaçu.


Ariel Scheffer deu as boas-vindas aos participantes. 

Também estão na pauta a Agenda 2030, suas metas e objetivos, e a interconexão entre todos os ODS, em especial os que se referem a água (ODS 6) e energia (ODS 7). Após o seminário, os participantes também estarão capacitados para utilizar a linguagem dos ODS, que permitirá a todos divulgar de forma mais efetiva, em âmbito internacional, os projetos desenvolvidos.

O seminário é ministrado por dois representantes da Undesa: Nicolas Franke, oficial de Desenvolvimento Sustentável, da Divisão de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; e Isabel Raya, consultora da área de energia. São 34 participantes, incluindo empregados e empregadas de diversas áreas da Itaipu e representantes do Parque Tecnológico Itaipu, de universidades da região, da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná, do programa Oeste em Desenvolvimento, do Coletivo Jovem, além de gestores de Educação Ambiental.

Ariel Scheffer da Silva, superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu, deu as boas-vindas aos participantes do evento reforçando a atuação socioambiental da empresa, alinhada aos ODS e a um compromisso com a região em que está inserida. “Um aspecto muito importante são as parcerias fortes que temos, com tantas instituições que agregam muito ao trabalho desenvolvido”, enfatizou. “Agora, com essa capacitação, poderemos replicar ainda mais as boas iniciativas do Oeste paranaense para o mundo”.

Compartilhar informações e divulgar iniciativas é justamente um dos principais interesses da Undesa. “O que é feito de bom em um lugar do mundo pode ser feito em outros. O benefício dessa troca de conhecimentos é de todos, e nosso papel é ajudar a divulgar o máximo possível os ODS e os projetos positivos que ajudam com que [os objetivos] sejam colocados em prática”, disse Nicolas Franke, da Undesa. Isabel Raya completou: “O que desejamos é um efeito escala, em que a informação vá se espalhando cada vez mais”.