A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Institucional
Itaipu assina acordo com a gigante China Three Gorges Corporation, em Beijing
Tamanho da letra
30/08/2017
O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, assina na capital chinesa Beijing, neste sábado, 2, um acordo de cooperação com a China Three Gorges Corporation. A solenidade deverá contar com a participação do presidente do Brasil, Michel Temer, e do presidente da República Popular da China, Xi Ping.
 
Vianna integra a comitiva oficial do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, que participa da 9ª Cúpula do Brics, bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Antes da reunião, estão previstos vários encontros bilaterais entre os dois presidentes e autoridades brasileiras e da China, hoje a maior parceira comercial do Brasil. Temer viaja acompanhado por ministros, governadores e parlamentares.
 
A China Three Gorges Corporation é uma holding que controla várias usinas chinesas. Entre elas, está a de Três Gargantas, a maior do mundo em capacidade instalada. Em geração de energia limpa e renovável, Itaipu é a maior do planeta, com a produção recorde de 103,1 milhões de megawatts-hora (MWh) em 2016.
 
Acordo
 
O acordo entre Itaipu e a China Three Gorges Corporation prevê a realização de seminários técnicos para troca de conhecimentos em temas operacionais, seminários setoriais, estágios para jovens engenheiros, projetos de pesquisa que fortaleçam os parques tecnológicos e cooperação em projetos de responsabilidade social e desenvolvimento regional.
 
O documento de cooperação reforça o bom relacionamento que Itaipu já mantém com a holding chinesa.  Ao longo da construção e implantação das unidades geradoras de Itaipu - e até mesmo nos estudos preliminares -, vários grupos de engenheiros chineses vieram ao Brasil para conhecer a binacional e aprender com o processo que resultou neste empreendimento entre dois países.
 
No sábado, 2, o diretor-geral brasileiro também participará do seminário sobre Oportunidades de Investimento nos Setores de Infraestrutura, Transportes, Energia e Agronegócio promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O encontro reunirá líderes empresariais chineses que investem ou têm interesse em investir no Brasil.
 
Cúpula do Brics 
 
De acordo com o porta-voz da presidência da República, Alexandre Parola, o presidente Michel Temer identifica no Brics um espaço privilegiado de cooperação econômica, em particular em matéria financeira. “Nessa perspectiva, o Brasil renovará seu engajamento nas atividades do Novo Banco de Desenvolvimento”, disse. Michel Temer deixa a China no dia 5 de setembro e deve chegar ao Brasil no dia 6, a tempo de assistir ao desfile de 7 de setembro, Dia da Independência, na Esplanada dos Ministérios.