A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Folha de São Paulo
Presidente deve sancionar hoje a criação da Unila
Tamanho da letra
12/01/2010

A Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana) dá hoje o passo que faltava para existir de fato. Em uma solenidade marcada para as 15h30, o presidente Lula deve sancionar, na presença do ministro da Educação Fernando Haddad e do futuro reitor da Unila, Hélgio Trindade, o projeto que cria a primeira universidade bilíngue do país.
Com um projeto inovador, a instituição será implantada na tríplice fronteira, em Foz do Iguaçu (PR), no limite entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina.
O principal objetivo é promover a integração na América Latina; por isso, as aulas serão dadas em português e espanhol.