A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

G1
Mais uma anta nasce no refúgio biológico da Itaipu, em Foz do Iguaçu
Tamanho da letra
18/06/2013

Mais uma anta nasceu no refúgio biológico da Itaipu Binacional em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O filhote é uma fêmea e recebeu o nome de Amanda. Ela tem 20 dias de vida e é irmã de gêmeos, que nasceram em 2011, de parto normal.

Segundo a bióloga Rossana Pinto, o nascimento da anta é uma conquista para a reprodução em cativeiro, uma vez que é um sinal de avanço contra a extinção. Agora, são 10 animais vivendo no refúgio biológico. “Aumenta a nossa esperança de por um dia poder repovoar as matas por essa espécie tão ameaçada de extinção como é a anta”, disse.

A mãe do filhote recém-nascido tem quatro anos de idade. Ela veio ainda jovem da Usina de Ilha Solteira, em São Paulo. Quando ela atingiu a maturidade sexual, por volta dos dois anos, conheceu o Pimpolho, pai dos filhotes, que já tem 21 anos de idade.