A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Gazeta do Iguaçu - PR
Foz vai trabalhar na divulgação da Copa 2014
Tamanho da letra
03/12/2009

Tida como a principal cidade turística do Paraná, Foz do Iguaçu recebe hoje a palestra "Desafios para a Copa do Mundo". A estratégia armada pelo estado do Paraná, que deve abrigar três jogos na capital do estado, é fazer com que os visitantes conheçam o estado e suas principais atrações, além da capital."Quem vier assistir os jogos da Copa poderá ficar em média na cidade de 15 a 20 dias, e nesse meio tempo entre os jogos o município que despertar mais atenção poderá ganhar esse turista", disse o diretor-comercial do site oficial Curitiba na Copa, Edson Santana.
  
De acordo com ele, o trabalho intensificado das estratégias já está em desenvolvimento desde 2007, quando a notícia do Mundial no Brasil ainda não havia sido confirmada. "Temos tempo, mas passa muito rápido, por isso optamos por visitar as cidades e mostrar que usando seu potencial também poderá ganhar com a vinda da Copa."
Para Santana, a principal estratégia está em unir forças. "Hoje sabemos que Curitiba é uma das cidades brasileiras mais preparadas para receber a Copa, e queremos que o estado todo ganhe com isso."
  
Com a palestra, ministrada pelo representante do Comitê Interministerial da Copa, Ricardo Gomyde, Santana ainda revela que as estratégias devem ser adotadas por todo o trade e também por empresários e gente interessada em fazer com que a cidade ganhe com o evento.
  
"Temos ainda a realização da Copa da África, a Copa das Confederações, mas é muito interessante que as cidades do Paraná busquem uma estratégia de organização, pois a nossa expectativa é sair na frente." Segundo ele, a expectativa de público ainda não pode ser calculada, mas o feedback poderá ser sentido com o fim das competições em 2012 e 2013.
  
Os seminários acontecem em todo o estado, mas Santana acredita que as cidades mais preparadas dentro do setor turístico e que souberem apresentar da melhor maneira seus atrativos podem alcançar excelentes resultados durante a realização da Copa.
O evento acontece hoje no PTI e conta com a realização do Polo Iguassu, promoção do Comtur e apoio da Itaipu Binacional e PTI. As inscrições e mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3572-4553 ou pelo site www.poloiguassu.org.
  

Desde o dia 2 é realizado em Curitiba o 1º Simpósio de Direito Desportivo e Gestão de Negócios para a Copa: desafios e expectativas, que discute os caminhos e estratégias para receber a competição no estado.
  
No encontro, temas como "Futebol e sua estrutura" são apresentados por profissionais do meio, com a presença dos três presidentes dos grandes times da capital, Coritiba, Atlético e Paraná Clube. O impacto socioeconômico da Copa no Brasil e seu legado serão discutidos com a presença do prefeito de Curitiba, Beto Richa, e do assessor especial do Ministério dos Esportes, Ricardo Gomyde.
  
Além das palestras também serão apresentados painéis que abordam o tema futebol na vida dos brasileiros, e a Copa do Mundo como plataforma de negócios.
  
Já hoje, a segunda parte do simpósio engloba o tema "Futebol e business" e reúne conferencistas como André Luiz Macias, vice-presidente da Confederação Paranaense de Futebol; Oliver Seitz, pesquisador Ph.D. especialista em futebol da universidade de Liverpool; Edson Militão, jornalista que já cobriu nove Copas do Mundo, entre outros convidados.
O dia será encerrado com a palestra de João Paulo S. Medina, coordenador do Projeto Universidade do Futebol, que fala sobre os desafios, perspectivas e expectativas da realização da Copa. No evento já está confirmada a presença de representantes de grandes times do país e de especialistas internacionais convidados.
  
As inscrições podem ser feitas no site www.simcopa.com.br. O simpósio acontece em Curitiba