A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

A Gazeta do Iguaçu - PR
Foz e Sta Terezinha fazem 5ª Festa do Colono
Tamanho da letra
15/07/2009

Produtores dos municípios de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu participam no sábado, 25, da quinta edição da Festa do Colono, evento que visa a integração dos produtores dos dois municípios em comemoração ao Dia do Colono. A data foi instituída pela lei 5.496, em 1968, para homenagear os trabalhadores rurais estrangeiros que vieram ao Brasil, no fim do século XIX, para trabalhar em sistema de "colonato" visando substituir a força dos escravos nas lavouras, com o sonho de comprar terras no país. Hoje, em toda a Região Sul do país, onde a imigração foi mais forte, a palavra "colono" ainda é usada para os trabalhadores rurais que tiram da terra seu sustento e para os seus descendentes.
  
De acordo com o secretário municipal da Agricultura, Eduardo Spada, a festa terá início às 8h30, no salão de festas de Aparecidinha. A programação será marcada por eventos culturais e recreativos. "Nos anos anteriores conseguimos reunir, em média, cerca de mil agricultores dos dois municípios. Este ano, pela primeira vez, a data será comemorada num final de semana, no sábado. Por isso, esperamos uma participação recorde", explicou Spada.
 
A organização da festa deste ano foi dividida em dois setores. Foz do Iguaçu assumiu a organização da quinta edição da Caminhada da Natureza. "A caminhada faz parte do circuito Caminha Brasil e terá um percurso de 10 quilômetros", destacou Spada. Antes da atividade física, os participantes farão alongamento e terão acompanhamento de equipes de saúde e veículos de apoio para aqueles que não conseguirem concluir o circuito.
 
A caminhada tem como objetivo propor aos colonos uma atividade física prazerosa e em perfeita sintonia com a natureza. "Os participantes receberão certificados", observou o secretário.
  
O município de Santa Terezinha de Itaipu trará atrações culturais, com apresentação de cinco peças teatrais. Além de participar de um farto almoço, cujo cardápio tradicional é o churrasco, a criançada poderá brincar em equipamentos como pula-pula, acompanhado por instrutores da Secretaria de Esporte e Lazer de Foz.
  
A exemplo dos anos anteriores, os agricultores também deverão expor seus artigos de artesanato e produtos caseiros como pães, cucas, bolachas, entre outros.
 
"Mas o principal objetivo da Festa do Colono é a integração e a valorização dessa classe que vem produzindo, trazendo alimentos para nós. É uma forma de ajudar a comunidade dos dois municípios", observou o secretário.
 
Segundo Spada, Foz do Iguaçu conta hoje com 16 mil hectares de área agrícola, além de uma significativa produção na área urbana. "Os produtos primários do município geram, aproximadamente, R$ 49 milhões anuais", antecipou. As culturas de soja e de milho (principalmente o safrinha) ainda são responsáveis pelo maior volume agrícola e que tomam a maior parte da extensão de área a agricultável da cidade.
  
Conforme a última atualização do Cadastro do Produtor (Cad-Pró), hoje a cidade de Foz do Iguaçu conta com 905 produtores rurais. A festa tem a parceria ainda da Itaipu Binacional, Sindicato Rural e a Emater.