A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Gazeta do Iguaçu - PR
Foz é melhor destino do interior do Brasil
Tamanho da letra
10/12/2009

Entre os 65 destinos considerados pelo Ministério do Turismo (MTur) como indutores do setor em todo o país, Foz se destacou e atingiu a maior pontuação em cinco quesitos num estudo de competitividade feito pelo órgão. Foz do Iguaçu e a cidade de São Paulo lideram o ranking e aparecem como os municípios brasileiros mais bem estruturados para receber turistas no Brasil.

 

A cidade iguaçuense obteve o melhor desempenho entre as "não capitais" em cinco aspectos: Acesso, Serviços e Equipamentos Turísticos, Marketing e Promoção do Destino, Capacidade Empresarial e Aspectos Ambientais.

 

"Foz foi a cidade não capital com maior pontuação e que mais levou prêmios. Estamos colhendo os frutos de uma nova forma de ver e tratar o turismo, com planejamento e parceria", explicou o secretário de Turismo, Felipe Gonzalez. A parceria a que Gonzalez se refere é formada pela prefeitura, Itaipu Binacional, Convention Bureau e o Conselho Municipal de Turismo. Gonzalez participou da premiação em Brasília, na noite de terça-feira, e dedicou os prêmios a "todos os atores envolvidos no segmento".

 

A melhora nos índices de competitividade dos 65 destinos foi constatada a partir da comparação dos resultados dos relatórios de 2008 e 2009. O estudo, realizado pela Fundação Getúlio Vargas, a pedido do MTur e do Sebrae Nacional, avaliou 13 dimensões nas capitais e "não capitais" com notas de zero a cem.

 

São Paulo conquistou a maior pontuação entre as capitais dos 65 destinos, em quatro dimensões: Acesso, Serviços e Equipamentos Turísticos, Economia Local e Capacidade Empresarial. Curitiba (Aspectos Sociais e Aspectos Ambientais) e Belo Horizonte (Marketing e Monitoramento) conseguiram as melhores notas em duas dimensões. As outras capitais premiadas lideraram apenas em um quesito.

 

Entre as não capitais, Ouro Preto (MG) aparece com a melhor pontuação depois de Foz do Iguaçu. A cidade teve a maior pontuação em três dimensões: Atrativos Turísticos, Aspectos Sociais e Aspectos Culturais. Os outros premiados foram Porto Seguro (BA — Políticas Públicas), Maraú (BA —Cooperação Regional), Balneário Camboriú (SC — Monitoramento), Gramado (RS — Economia Local) e Bento Gonçalves (infraestrutura geral).

  

Para o presidente do Iguassu Convention & Visitors Bureau, Ênio Eidt, essa premiação "vem ajudar o nosso projeto, que visa a um desenvolvimento sustentável e continuado para os próximos anos. As bases todas que estamos construindo nos últimos três anos em parceria com o setor privado e público já estão dando os primeiros resultados, e nós vamos continuar firmemente trabalhando nisso e procurando resolver alguns gargalos que ainda temos no sentido de nos prepararmos para os próximos 20 anos com relação à atividade de turismo".

 

Entre os desafios citados por Eidt estão as questões de infraestrutura urbana, o acesso ao aeroporto internacional, bem como a estrutura do próprio terminal aéreo, a duplicação da BR-277 entre Medianeira e Cascavel, a construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, e "temos que evoluir na questão da melhor estrutura do aeroporto para receber os grandes voos charters que virão para a América Latina no futuro e precisam de um aeroporto melhor".
  
Confira, abaixo, a lista dos premiados:
  
Total Geral:
Capital: São Paulo / Não Capital: Foz do Iguaçu
  
Infraestrutura Geral:
Capital: Florianópolis / Não Capital: Bento Gonçalves
  
Acesso:
Capital: São Paulo/ Não Capital: Foz do Iguaçu
  
Serviços e Equipamentos Turísticos:
Capital: São Paulo / Não Capital: Foz do Iguaçu
  
Atrativos Turísticos:
Capital: Rio de Janeiro /Não Capital: Ouro Preto
  
Marketing e Promoção do Destino:
Capital: Belo Horizonte /Não Capital: Foz do Iguaçu
  
Políticas Públicas:
Capital: Recife / Não Capital: Porto Seguro
  
Cooperação Regional:
Capital: Natal / Não Capital: Maraú
  
Monitoramento:
Capital: Belo Horizonte / Não Capital: Balneário Camboriú
  
Economia Local:
Capital: São Paulo / Não capital: Gramado
  
Capacidade Empresarial:
Capital: São Paulo / Não Capital: Foz do Iguaçu
 
Aspectos Sociais:
Capital: Curitiba / Não Capital: Ouro Preto
  
Aspectos Ambientais:
Capital: Curitiba /Não Capital: Foz do Iguaçu
  
Aspectos Culturais
Capital: Salvador / Não Capital: Ouro Preto