A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Gazeta do Iguaçu - PR
Estrutura da Meia Maratona das Cataratas alcança nível de provas de renome mundial
Tamanho da letra
02/07/2009

Franck Caldeira chegou à cidade no final da manhã de ontem
Nelson Figueira - Reportagem
Aestrutura de apoio da III Meia Maratona das Cataratas será a maior já montada para receber os atletas. Uma mostra da logística necessária para a competição, que reunirá 1.026 atletas, foi feita ontem na reunião dos órgãos que atuaram na execução dos trabalhos. O encontro, coordenado pela Concessionária Cataratas S.A, contou com representantes dos órgãos envolvidos. Toda a estrutura visa garantir a segurança pessoal e física dos competidores, dentre eles, vários considerados de elite em âmbito mundial.
Um dos fatores que levam à elaboração de uma estrutura ao nível das grandes competições mundiais é justamente o número de atletas de alto nível que virão a Foz do Iguaçu para correr os 21 quilômetros da prova. Em cada uma das categorias — masculino e feminino — pelo menos seis possuem tal status: Franck Caldeira, Giomar Pereira da Silva e Luís Paulo da Silva Antunes, do Cruzeiro; Cosme Ancelmo de Souza, Damião Ancelmo de Souza e Alessandro de Souza, da equipe Pé de Vento do Rio de Janeiro. Dentre os estrangeiros, constam ainda Gustavo Comba (argentino) e Joseph Kibiwott Ngtich (queniano).
Como destaque no feminino, estão a atual vencedora da Maratona de São Paulo, Marizete Moreira dos Santos; a queniana Anne Cheptanui Bererwe, que venceu a Meia Maratona da Corpore, também em São Paulo; a vencedora de 2007 da prova iguaçuense, Rosa Juçara Barbosa, Maria Zeferina Baldaia e Marily dos Santos.

Logística
Como a primeira largada — para atletas cadeirantes — está prevista para às 7h15 deste domingo, a logística para a prova inicia-se ainda na madrugada, por volta das 5 horas, com o início do fechamento do trânsito na Avenida das Cataratas, a partir do ponto de largada, em frente ao Hotel Mabu. O trabalho estará a cargo do Foztrans que, juntamente com a Guarda Municipal, será responsável pelo controle de fluxo até o trevo do Hotel Carimã.
A partir deste trecho, a PRF, também coordenadora-geral do trânsito, atuará no acompanhamento e salvaguarda dos atletas até a chegada. Este trabalho será dividido pela Polícia Ambiental, no interior do Parque Nacional do Iguaçu. Já a PM dará apoio em todo o trajeto, sendo os militares do Exército responsáveis pelo controle das vias secundárias à BR-469.
Os veículos autorizados a entrar no PNI serão identificados por adesivos com cores diferenciadas para coordenação da prova, autoridades e imprensa.
Como explicou o gerente-operacional da Cataratas S/A, Salésio Numberg, devido ao aumento do número de atletas de elite, diferentemente dos anos anteriores, a cobertura dos profissionais da imprensa da área de imagem, cinegrafistas e fotógrafos, terá de ser feita em um veículo específico, à frente do carro-madrinha. Além disso, deverá ser respeitada uma distância mínima de 20 metros entre os atletas e os veículos dos órgãos de comunicação.
"A partir de hoje (ontem), a corrida começou. Faltam somente os atletas, que começam a chegar a Foz hoje (ontem)", comemorou, frente à ultimação dos detalhes da prova e da chegada dos atletas do Cruzeiro, na manhã de ontem.
Ao lado do gerente-comercial da empresa, Adélio Demeterko, Numberg apresentou os uniformes de médicos (de cor vermelha), do staff (azul) e dos atletas (branca) e a medalha a ser entregue aos corredores. Os primeiro, segundo e terceiro lugares entre os homens e mulheres receberão, respectivamente, R$ 15 mil; R$ 10 mil e R$ 5 mil.

Médico
Além da segurança, o apoio médico terá a estrutura ampliada em relação aos anos anteriores. Ao todo serão cinco ambulância — SAMU e Siate com duas e a quinta da concessionária — sendo uma UTI Móvel. O apoio aéreo, em caso de necessidade, será dado por um helicóptero. Durante todo o período da prova, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti manterá leitos à disposição para atender a emergências. A unidade ofereceu ainda três médicos que, ao lado de um cedido pela Capitânia do Rio Paraná, poderão atuar, caso solicitados. Os profissionais da saúde serão dispostos em locais estratégicos do percurso. Ao final da prova, membros do Greenpeace recolherão os cerca de 9 mil copos de água oferecidos aos atletas, para evitar comprometimento ambiental.

Divulgação
Além do aspecto esportivo, a Meia Maratona das Cataratas chega à terceira edição consolidando-se também como ferramenta de divulgação do destino. A prova, que entregará o Troféu Itaipu Binacional — 35 Anos, atrairá órgãos como as revistas Runners e Contra o Relógio, especializada em esporte, além da Band Sport e ESPN. Além disso, Numberg, que também é atleta, divulgará na Maratona de Nova York, que reúne 40 mil participantes.
A prova é organizada pela Associação Pró-Correr de Incentivo ao Esporte, com patrocínio da Itaipu Binacional e Caixa Econômica Federal, além de apoio da Prefeitura de Foz do Iguaçu e empresas.