A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Revista H2O Agua - SP
Cataratas registram recorde histórico de visitantes
Tamanho da letra
13/01/2009

O Parque Nacional do Iguaçu alcançou em 2008 o recorde histórico de visitação em seus 70 anos de existência. Ao longo do ano passado, a unidade de conservação brasileira tombada pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade recebeu 1,154 milhão de visitantes, número 9,3% superior ao registrado em 2007 (1,055 milhão). O destaque ficou por conta do expressivo aumento de turistas brasileiros, cujo ingresso nas Cataratas do Iguaçu cresceu 18,5% na comparação com o ano anterior e atingiu a marca de 538 mil pessoas.

 

Até então, o recorde de visitação do Parque Nacional do Iguaçu era de 1,084 milhão turistas, registrado em 2005. Esta é a quinta vez em que as Cataratas do Iguaçu superam a barreira de 1 milhão de visitantes/ano na história. Este número foi atingido também em 1986, 1987, 2005 e 2007. No ano passado, além dos brasileiros, elevou-se ainda o fluxo de pessoas dos países do Mercosul (2,7%) e do restante do mundo (2,2%), segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

 

O bom momento da atividade turística na região trinacional de Foz do Iguaçu não se limitou ao Brasil. E na margem argentina das Cataratas, o Parque Nacional del Iguazú também registrou recorde histórico de visitantes em 2008. Passaram pela unidade de conservação do país vizinho 1,062 milhão turistas, um acréscimo de 4,2% na venda de ingressos em relação a 2007.

 

Jorge Pegoraro, chefe do Parque Nacional do Iguaçu, observa que as marcas históricas de visitação às Cataratas do Iguaçu ocorreram em um ano de escassos feriados prolongados, o que alimenta a expectativa de que novos recordes sejam alcançados em 2009. "Neste ano, teremos pelo menos nove datas favoráveis ao turismo interno. Nossa meta é passar de 1,2 milhão visitantes", diz Pegoraro, que aponta o crescimento de um perfil de visitante em especial. "Temos visto aumentar o número de famílias que chegam às Cataratas vindo com o próprio carro, fazendo o turismo rodoviário."

 

A conquista do recorde de visitação ao Parque Nacional do Iguaçu é atribuída ao reforço na divulgação turística de Foz do Iguaçu e à ação integrada do trade local, que no segundo semestre de 2007 organizou-se de modo a participar unido de eventos nacionais e internacionais e lançou a campanha Foz do Iguaçu Destino do Mundo, de fortalecimento da imagem do município e seus atrativos com o objetivo de aumentar a permanência média dos visitantes na cidade.

 

Felipe Gonzalez, secretário municipal de Turismo, cita o lançamento da candidatura das Cataratas do Iguaçu na eleição das novas sete maravilhas da natureza como um dos fatos que colocaram a cidade paranaense em evidência na mídia. "Atentos a esta divulgação, os empresários da região foram competentes, e hoje quem deseja visitar Foz do Iguaçu encontra ofertas e condições atraentes para vir à nossa cidade em qualquer época do ano", aponta Gonzalez, citando o exemplo da promoção Temporada Boa em Foz, que oferece hospedagem a preços especiais na baixa temporada.

 

Outro fator a contribuir para o aumento de turistas no Parque Nacional do Iguaçu, segundo Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação da Itaipu Binacional, é a participação frequente do destino em eventos regionais, nacionais e internacionais. Desde a união do trade, em agosto de 2007, Foz do Iguaçu já participou de 65 ações de promoção como feiras, exposições, workshops, eventos e road shows com agentes, operadores de turismo e público final realizadas em 17 países. "Com a integração dos empresários, entidades, Itaipu Binacional, Parque Nacional do Iguaçu e Prefeitura, conseguimos fortalecer e profissionalizar a comunicação do destino, levando as nossas atrações ao conhecimento de um número muito superior de profissionais do turismo e visitantes", conclui Piolla.

 

E a estratégia de Foz do Iguaçu, de unificação e integração de ações institucionais e comerciais, já se tornou referência para outras cidades do Brasil, afirma Paulo Angeli, presidente do Conselho Municipal de Turismo. Ele conta que cidades como Bento Gonçalves (RS) estão seguindo o modelo da cidade paranaense como forma de incrementar o fluxo de visitantes. "Nossa iniciativa surgiu em um momento de crise, no final de 2006, quando estávamos perdendo turistas. Isoladamente, nossas ações de divulgação e promoção eram redundantes e ineficazes. Resolvemos, então, unir forças, dividir tarefas e hoje esta nossa ideia é modelo para o país", ressalta Angeli.