A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Gazeta do Povo - PR
Brasileiros dominam Meia-Maratona em Foz
Tamanho da letra
06/07/2009

Apesar da chuva e do frio, prova teve recorde de tempo nas categorias masculina e feminina

Foz do Iguaçu - Os três primeiros lugares da 3ª Meia-Maratona das Cataratas – Troféu Itaipu Binacional 35 Anos –, disputada ontem em Foz do Iguaçu, ficaram com os brasileiros João Ferreira de Lima, o João da Bota, Franck Caldeira e Damião Ancelmo de Sousa. No feminino, a queniana Anne Cheptanui Bererwe garantiu o título da prova, seguida das brasileiras Marily dos Santos e Marizete Moreira dos Santos. Mesmo com a chuva e o frio, os vencedores estabeleceram novos recordes nas duas categorias, com tempos quase três minutos abaixo da última marca.
Favorito, Franck Caldeira destacou o alto nível técnico da prova e dos competidores e parabenizou o bom desempenho do companheiro de equipe no Cruzeiro. “O João (da Bota) fez uma excelente corrida, mantendo o ritmo e permanecendo na frente desde o início. No final, consegui ultrapassar, mas na última subida faltou perna”, contou.
Lima, que chegou com o tempo de 1h03 min39s, também gostou do percurso. “A prova tem muito sobe e desce e exige bastante preparo. No Km 17, senti um pouco a perna e até pensei que não fosse chegar, mas deu tudo certo.”
Para as mulheres, o tempo ruim e a pista lisa foram os principais obstáculos. As brasileiras e a queniana são acostumadas a treinar e correr em lugares com temperaturas mais altas e tempo seco. “Apesar das dificuldades, normais de quando se compete em várias regiões do país e do mundo, sabia que poderia chegar entre as três primeiras. Colei na queniana e, onde ela pisava, eu pisava. Queria uma das três premiações”, comentou a baiana Marily dos Santos. “As quenianas não são um bicho de sete cabeças. Corremos bem, mas hoje (ontem) era o dia dela”, completou Marizete.
Disputada em um dos mais conhecidos cenários turísticos do mundo, o Parque Nacional do Iguaçu, a prova reuniu 1.035 atletas de 11 países. Consolidando-se como uma das principais competições do calendário esportivo brasileiro, a Meia-Maratona das Cataratas vem atraindo cada vez mais corredores de renome nacional e internacional.
“Em apenas três edições, com uma boa organização e melhores prêmios, R$ 60 mil esse ano, conseguimos colocá-la entre as principais do país”, apontou o diretor da prova, Tadeu Natálio.