A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Folha de Londrina - PR
Arremesso de notebooks e celulares em Foz
Tamanho da letra
02/10/2009

Amanhã Foz do Iguaçu será a capital de um esporte pouco conhecido: o arremesso de eletrônicos. A competição terá duas modalidades: lançamento de celular e de notebook. Criado como parte das comemorações dos 35 anos do setor de Segurança Empresarial da Itaipu Binacional, o compeonato tem um objetivo nobre, chamar a atenção para o problema do lixo eletrônico.

  

Por ano são vendidos 50 milhões de produtos eletrônicos. A estimativa é que pelo menos 5% disso seja descartadado e se transforme num problema ambiental , destaca Gabriel de Campos Neto, organizador do evento. A inspiracão para a criação do campeonato veio da Finlândia, terra da fabricante de celulares Nokia. Lá já existem competições de arremesso de celular há dez anos , conta.
 

Segundo Campos Neto, equipamentos eletrônicos contêm componentes pesados e tóxicos e, se descartados na natureza, produzem danos sérios à natureza. Como a reciclagem desse tipo de equipamento é cara há poucas opções de descarte responsável , explica.
 

O lixo eletrônico não é um resíduo sem valor, destaca Campos Neto. Uma tonelada de placas-mãe (componente de computadores pessoais) contém de 200 a 300 gramas de ouro. O desafio é retirar esses materiais nobres do equipamento. Isso exige o desenvolvimento de uma indústria especializada.
 

Mas como o arremesso de equipamentos colabora com a conscientização do problema? Para Campos Neto, o importante é chamar a atenção. Hoje o Brasil já tem uma legislação que obriga as empresas que vendem celular a recolher e destinar corretamente esses equipamentos. Mas os notebooks ainda não têm destinação definida. E como o preço tem baixado, esse tipo de eletrônico está se tornando cada vez mais comum.
 

Premiação

 

A competição de sábado irá premiar os competidores que conseguirem arremessar mais longe celulares e notebooks. São equipamentos sucateados, sem condições de uso , alerta Campos Neto. Antes de serem arremessados, baterias e telas são retiradas dos eletrônicos. Tudo que representa riso de vazamento é retirado para evitar danos ambientais , aponta.
 

Depois de arremessados, todos os equipamentos serão doados para uma cooperativa de recicladores de Foz. A esperança do organizador é que os participantes saiam do evento mais conscientes. Se pelo menos as pessoas comprarem com mais critério, o volume do que é descartado já será reduzido.
 

Entre os prêmios para os vencedores estão celulares Motorola W233 - que é feito de garrafas PET recicladas, diárias em hotéis da região, passeios de barco e de helicóptero.
 

Serviço:

 

Outras informações pelo www.arremessocelular.com.br