A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Eventos
Latinoware 2017
Tamanho da letra
18/10/2017
Os preparativos para a 14ª edição do Congresso Latino-Americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware) estão na reta final. O congresso ocorrerá entre os dias 18 e 20 de outubro, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), em Foz do Iguaçu. Até este sábado (14), é possível se inscrever por meio do site http://lapsi.latinoware.org/. Depois deste prazo, as inscrições serão feitas apenas nos dias do evento, de forma presencial, em uma tenda montada ao lado da Central de Cadastramento de Itaipu. O valor da participação é de R$140.
 
O evento, promovido pela Itaipu Binacional e pelo PTI, já conta com mais de 3,6 mil inscritos de várias partes do Brasil, do Paraguai e da Argentina. Estão confirmadas 78 caravanas de estudantes e pesquisadores, vindos de estados como São Paulo, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Goiás. 
 
Durante três dias, o congresso, considerado um dos mais importantes do setor na América Latina, contará com mais de 200 atividades entre palestras, minicursos, mostras e bate-papos divididos entre temas como Segurança, Educação, Empreendedorismo e Negócios, Computação Forense, Software Livre, Design, Gráficos e Multimídia.
 
A abertura oficial está marcada para o dia 18, às 14h. Antes, às 10h, Jon "Maddog" Hall, diretor do conselho do Linux Professional Institute e presidente da OptDyn (antiga Optimal Dynamics), fará a palestra magna. A apresentação do engenheiro, considerado o papa do software livre no mundo, é tradição do Latinoware. Entre outros temas, ele deve falar sobre o Subutai® v6.0, plataforma de serviços em nuvem, peer-to-peer (sem intermediários), considerada segura.
 
Software livre
 
Software livre é um programa de computador que tem seu código-fonte aberto, ou seja, pode ser livremente modificado e adaptado a outras funcionalidades. Um usuário também pode copiar e instalar o programa em quantas máquinas desejar, sem sofrer penalidades por isso. Esse tipo de programa está presente em inúmeras aplicações, como servidores, buscas na internet, comércio eletrônico, gestão empresarial, edição de textos, imagens e filmes, entre outras. 
 
Um exemplo de aplicação vem da área da saúde. O especialista em animação, modelagem e composição em 3D, Cicero Moraes é uma das presenças confirmadas no Latinoware. Moraes mostrará ao público como utilizar a tecnologia 3D para reconstruir faces históricas e salvar vidas, tanto no campo da saúde humana quanto da veterinária. Um dos seus trabalhos foi a criação de uma prótese facial para um homem que havia perdido parte do rosto em decorrência de um câncer, em São Paulo. 
 
Hardware e segurança
 
Com o desenvolvimento da robótica, o conceito de software livre também vem sendo aplicado a equipamentos. Por isso, o Latinoware também conta com o Fórum Hardware Livre, que inclui palestras, oficinas e troca de experiências sobre robótica livre e suas aplicações educacionais e empresariais, tais como robótica aplicada, automação industrial e impressão 3D.
 
Outro destaque da programação é a Latin.Sec, que está em sua terceira edição e tem como objetivo principal o compartilhamento de conhecimentos sobre segurança digital.
 
Um tema curioso na agenda do Latinoware e que deve chamar a atenção do público será a palestra da mestre em Engenharia da Computação, Christiane Borges, sobre segurança e privacidade digital: “Como mandar Nudes em segurança?”.
 
Outro tema atual que será debatido no Latinoware será “Baleia Azul”, jogo que ganhou notoriedade em 2017 pelos efeitos negativos na vida de milhares de jovens em todo o mundo. O assunto tem conexão com o “Setembro Amarelo”, mês de prevenção ao suicídio e será abordado pela fundadora do projeto “Proteja seu filho na Internet”, Gracielle Torres. Para ver a programação completa, acesse o link: