A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Menu Superior Responsabilidade

Saúde na Fronteira
Tamanho da letra
 
A Itaipu Binacional criou o programa Saúde na Fronteira em 2003, com o objetivo de contribuir para o fortalecimento das políticas públicas de saúde na região trinacional. O programa está presente em 28 cidades brasileiras e 31 paraguaias, que juntas somam cerca de 1,5 milhão de habitantes. 
 
O Saúde na Fronteira atua por meio da aplicação de recursos financeiros na aquisição de equipamentos e materiais, e capacitação de técnicos, em ações voltadas à ampliação do número de leitos hospitalares, campanhas de vacinação e combate a doenças.
 
O público-alvo do programa é formado por profissionais e técnicos da saúde do Brasil, do Paraguai e da Argentina, e usuários do sistema de saúde.
 
O programa possui orçamento próprio. O repasse de recursos, a fundamentação técnica e a política de ações são definidos pelo Grupo de Trabalho Itaipu Saúde (GT Itaipu-Saúde), formado por representantes brasileiros e paraguaios de diferentes esferas governamentais relacionadas à saúde pública.
 
O GT Itaipu-Saúde atua:
 
- Como espaço democrático, baseado na integração e cooperação entre os países participantes, bem como no fortalecimento dos sistemas nacionais de saúde;
- Na promoção das políticas públicas de saúde, com ênfase na atenção primária, seguindo o modelo de educação permanente;
- No intercâmbio de conhecimentos e na valorização das experiências dos profissionais dos países que compõem a Tríplice Fronteira, valores e competências que são colocados a serviço da melhoria da qualidade da saúde e de vida da população da região;
- Na promoção, prevenção, vigilância e atenção integral à saúde, de forma a impactar positivamente na qualidade de vida individual e coletiva da região;
- Na articulação com as instituições, de forma cooperativa, para promover a integração dos serviços e o intercâmbio de informações, em consonância com as diretrizes dos sistemas nacionais de saúde de cada país;
- Na promoção da equidade no trato das questões de saúde;
- No estímulo à construção de projetos nas comissões técnicas, que contemplem a realização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2030.
 
São parceiros da Itaipu Binacional nesta iniciativa: Fundação Parque Tecnológico Itaipu, Fundação de Saúde Itaiguapy, universidades da região, Ministérios da Saúde do Brasil, Paraguai e Argentina, Secretaria Estadual de Saúde, Regionais de saúde, organizações governamentais e não-governamentais, fundações de saúde e conselhos de saúde, entre outros.
 
"28 cidades brasileiras e 31 paraguaias são atendidas na fronteira"
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.