A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Qualidade da água
Tamanho da letra

A Itaipu dedica cuidado especial à preservação de sua matéria-prima insubstituível, a água.

Para protegê-la, a usina mantém um programa de manejo de bacias hidrográficas, o Cultivando Água Boa, cujo objetivo é diminuir a entrada de sedimentos e produtos químicos em seu reservatório.

Conforme monitoramento do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), a água do reservatório da Itaipu está livre de coliformes fecais e bactérias que possam causar doenças em seres humanos. Segundo o IAP, não há qualquer tipo de emissão de esgoto que possa influenciar a qualidade da água.

A preocupação com a qualidade da água levou a empresa a criar, em 1977, um programa permanente de monitoramento do Rio Paraná e seus afluentes, de onde vem a água que alimenta o Lago de Itaipu, formado em 1982.

Os programas ambientais desenvolvidos por Itaipu ajudaram a preservar a biodiversidade aquática, garantindo os seus múltiplos usos, sem comprometer o funcionamento da usina.

A manutenção da qualidade da água inclui ações de conservação de solo, como construção de murundus em curvas de nível, adequação de estradas, manutenção de abastecedouros comunitários, reciclagem de embalagens de agrotóxicos e incentivo à prática do plantio direto, além do saneamento rural.

As atividades são desenvolvidas com a ampla participação da comunidade: ao todo, são 1.247 instituições parceiras, entre universidades, órgãos de diversas esferas governamentais, ONG’s e associações.

As ações da Itaipu voltadas à qualidade da água também têm o intuito de: registrar os dados obtidos para a formação de um banco de informações, como contribuição ao acervo científico; e estudar a evolução de múltiplos parâmetros de interesse científico ao longo do período de vida do reservatório.

"Programa busca diminuir a entrada de sedimentos e produtos químicos no reservatório da usina"
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.