A maior geradora de energia limpa e renovável do planeta

Monitoramento de sedimentos
Tamanho da letra

A Divisão de Reservatório da Itaipu conta com 15 postos de monitoramento de sedimentos estrategicamente localizados nos principais rios do Paraguai e estados brasileiros do Paraná e Mato Grosso do Sul que afluem ao lago de Itaipu.

Essas estações cobrem uma área de aproximadamente 147 mil km², ou seja, cerca de 92% da área de drenagem incremental da UHE Itaipu,  que é de 160.767 km². Considerando-se a vazão média anual no barramento da usina, os postos cobrem 97% de toda a afluência líquida do reservatório.

Por meio de equipamentos de medição automáticos, aliado à tecnologia de transmissão de dados por telemetria, as informações medidas de forma horária em campo são transmitidas para o escritório da empresa em Foz do Iguaçu, possibilitando o acompanhamento do transporte de sedimentos em tempo real e a centenas de quilômetros de onde os dados são gerados.

Com base nesse monitoramento, é possível realizar estimativas de vida útil do empreendimento, bem como identificar em quais bacias hidrográficas da área de drenagem está ocorrendo intensificação de processos erosivos.

"12 postos fazem a coleta de dados na margem direita do reservatório"
Conteúdo Relacionado
Não existem arquivos disponíveis.